DESCASO AMBIENTAL: O sangue dos animais abatidos no matadouro de Ouro Branco corre na estrada que dá acesso ao Rio Quipauá

Sangue escoando, oriundo da Unidade de Conservação de Carnes
Quem procurou o blog  nesta terça-feira (28)  foi o vereador Genildo Medeiros, que atendendo reclamações de populares, deslocou-se até a Unidade de Conservação de Carnes de Ouro Branco (matadouro novo), onde presenciou e fotografou o fato noticiado pela população.

Segundo o vereador, supramencionados tanques foram objeto de formação de uma comissão de vereadores ano passado, comissão esta que até a presente data não apresentou relatório a presidência da Casa. Àquela época discutiu-se a respeito da pouca profundidade que referidos depósitos de restos de animais apresentavam. Hoje, conclui o parlamentar o seguinte: o problema não está no tanque, mas na falta de escoamento do material que está no tanque, cabendo as autoridades sanitárias fiscalizarem as atividades do tipo.

Por outro vértice, relate-se que discutiu-se também a respeito da localização da Unidade de Conservação de Carnes, haja vista a proximidade ao lençol freático que abastece a cidade.

Mais descasos com esgotamento sanitário
Esgoto à céu aberto na Rua Manoel Izaías de Lucena

Segundo o mesmo vereador, o fato se repete, desta vez com a Rua Manoel Izaías de Lucena, onde por muito tempo os moradores sofrem com a fedentina oriunda de um esgoto estourado, como pode ser visto nas fotos acima. Acrescenta o parlamentar que há outros pontos de esgoto a céu aberto em nossa cidade, como noticiado por nosso blog no dia 21 do corrente mês (ver matéria).

O vereador disse ainda que não está fazendo denuncismo, basta andar nas ruas para presenciar o fato hora noticiado. Por outro lado, o que foi mostrado por nosso blog, recursos não faltam para resolução dos problemas sanitários de nossa cidade (ver matéria). Além do mais, alguns pontos de esgotos da cidade poderão ser reformados com poucos recursos - falta à atual gestão uma manutenção permanente de toda rede de esgoto da cidade.

Comentários

Que absurdo. Realmente um desaco!