Resenha do legislativo ourobranquense

 http://lenilsonazevedo.com/wp-content/uploads/camara_corremao.jpg


 Na tarde desta segunda-feira(17) foi realizada mais uma sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Ouro Branco/RN.

Veja os principais temas discutidos em sessão pelos parlamentares:

Genildo Medeiros (PDT)

O vereador Genildo Medeiros apresentou na Câmara de Vereadores, o Projeto de Lei, que dispõe sobre a entrega domiciliar gratuita de medicamentos de uso contínuo. Após ser aprovado por unanimidade o projeto vai para sanção da prefeita. A lei vai beneficiar pessoas portadoras de necessidades especiais e de doenças crônicas, cadeirantes, idosos e pessoas com dificuldades de locomoção que residem no município de Ouro Branco.

O edil ainda falou sobre o site da prefeitura que estaria bloqueado por falta de pagamento. Genildo lembrou que neste mesmo site o internauta pode acessar o Portal da Transparência que é de interesse da sociedade, e por isso deve voltar urgentemente a funcionar para o melhor acesso à informação por parte da população.

Por fim, o vereador disse que fez uma denúncia ao CGU ( Controladoria Geral da União), para que o órgão federal investigasse duas passagens molhadas que foram construídas no município e que vem apresentando problemas em sua estrutura.


Eurinete Santos (PHS)

A presidenta da Câmara de vereadores de Ouro Branco, Eurinete Santos, usou o pequeno expediente para apresentar três emendas parlamentares incluídas no Orçamento Geral da União pela deputada federal Fátima Bezerra (PT) que irá beneficiar o município de Ouro Branco. 

Celso Garofa (PSDB)

O vereador Celso falou dos comentários feitos por populares a respeito das sessões parlamentares daquela casa legislativa. Segundo o edil, um senhor de 78 anos teria procurado ele e dito que não assistia mais as sessões ordinárias por achar uma cachorrada. 

Paulo Dantas (PT)

O vereador Paulinho pediu ao executivo municipal que olhasse com mais carinho as reivindicações feitas pelos vereadores. Ele disse que pediu a construção de alguns quebra molas na cidade, mas que até o momento não tinha sido atendido. 

O parlamentar parabenizou a Deputada Federal Fátima Bezrra por o envio de três emendas do orçamento do ano de 2014.

Rogério Azevedo (PTB) 

O vereador Rogério, pediu mais empenho ao executivo municipal nos reparos através de patrolamento nas estradas vicinais pertencentes ao município.  

O edil solicitou da Prefeitura Municipal que colocasse à disposição do homem do campo de Ouro Branco mais tratores para que os pequenos agricultores possam preparar a terra para o plantio deste ano.

Por fim, o parlamentar responsabilizou a prefeita Fátima Silva (PT) pela falta de fiscalização na construção das passagens molhadas recém construídas no município.

Júnior Nogueira (PMDB)

O vereador Júnior apresentou proposta de audiência pública para tratar  de assuntos relativos a mineração praticada na Serra do Poção. 

O vereador disse ainda que os mineradores precisam de alguém que faça o intermédio entre os mineradores e o poder público. Lembrou do antigo cargo de direção de recursos minerais que fora criado na gestão passada e que ajudava bastante os trabalhadores daquele setor mineral.

Fábio Severiano (PSDB)

O edil cobrou mais uma vez atenção da prefeita aos vereadores da base. O parlamentar pediu mais atenção ao homem do campo, lembrou da reforma urgente da lavanderia pública e a contratação de pedreiros e serventes para que as reformas e as construções possam ser realizadas no município.
 

Comentários

Anônimo disse…
Ouço todos falaram da administração e do corpo legislativo de Ouro Branco, por não ter autoridade, eficiência, e nem força de vontade de fazer nada para o bem. Precisamos de emendas que definitivamente faça a mudança, e não só falar e nada fazer.

Aí falam dos vereadores, mas quando for a outra eleição elejam Celso Garofa mais uma vez, que se os outros não fazem nada, ele mesmo que não faz mesmo. pelo menos falou algo que acontece. Cachorrada...
Adriano Sales de Araújo disse…
Parabenizo a prefeita Drª Fátima por reconhecer o trabalho dos ACS (PACS) e conceder autorização através de Projeto para o pagamento do Piso Salarial e fica a minha admiração aos senhores edis por reconhecer a importância do trabalho dos ACS e aprovar o projeto. Não obstante peço encarecidamente ao Poder Executivo e Legislativo que revejam a situação dos ACE (Agentes Comunitários de Endemias) que estão de fora dessa proposta. Apesar de sabermos que as formas de financiamentos são diferenciadas, acreditamos que haja formas legais para que possamos ser beneficiados com esse piso também, a exemplo do que já fez (Caicó, Acari...) gostaríamos de sermos reconhecidos pelo trabalho tão importante e necessário prestado por nós ACE a toda comunidade (Combate a dengue, Controle de Calazar, Combate a Chagas, Controle de Raiva Canina e Felina...)