Ataque com caminhão no sul da França deixa ao menos 84 mortos e feridos

http://extra.globo.com/incoming/19721155-b7f-3cd/w640h360-PROP/europe-attacks_niceglobo.jpg

Um ataque com um caminhão na cidade de Nice, no sul da França, deixou dezenas de mortos e feridos nesta quinta-feira (14), quando a multidão comemorava o feriado da Tomada da Bastilha, maior festa nacional. Segundo o último balanço divulgado pelo Ministério do Interior, ao menos 84 pessoas morreram, incluindo várias crianças, e há 18 feridos com gravidade.

O número foi atualizado pelo porta-voz do ministério, Pierre-Henry Brandet, segundo o jornal francês "Le Figaro" e a agência "AFP".

O presidente francês, François Hollande, afirmou em Paris que o "caráter terrorista do ataque não pode ser negado".

Logo após a queima de fogos do dia 14 de julho, um caminhão atropelou as pessoas que enchiam uma avenida à beira-mar por volta das 23h (horário local). Segundo testemunhas, enquanto avançava contra a multidão, o motorista abriu fogo contra as pessoas que estavam no local. Ele ainda desceu do veículo e efetuou mais disparos contra a população. De acordo com o Ministério do Interior, o motorista foi morto a tiros por forças de segurança.

O motorista do caminhão teria percorrido 2 quilômetros atropelando as pessoas, fazendo zigue-zague para atingir o maior número possível de vítimas. Documentos dentro do veículo pertencem a um francês de 31 anos com cidadania tunisiana. Ele seria morador de Nice. Também foram achadas metralhadoras e granadas dentro do veículo. 

Ainda não se sabe quantas pessoas teriam participado do ataque, mas até o momento acredita-se que ele tenha agido sozinho.

O Itamaraty disse que até o momento não há informações sobre vítimas brasileiras no ataque.

Comentários