Justiça do RJ determina o bloqueio do WhatsApp

http://nossapolitica.net/wp-content/uploads/2016/05/zap.jpg

O aplicativo de mensagens instantâneas mais usado nos celulares hoje em dia, o WhatsApp, será bloqueado novamente pela Justiça do Brasil. Desta vez, a decisão é da juíza Daniela Barbosa, do estado do Rio de Janeiro.  

Segundo ela, o aplicativo não teria cumprido uma ordem judicial para que quebrasse o sigilo de conversas de pessoas que estão sendo investigadas, suspeitas de terem cometido crimes. A informação foi divulgada na manhã desta terça-feira (19) pelo site do canal Globo News.

Ainda de acordo com o portal, as operadoras de telefonia foram notificadas da decisão por volta das 11h30 e deverão suspender “imediatamente” o serviço.

Daniela Barbosa ainda estipulou multa de R$ 50 mil por dia em caso de não cumprimento da ordem judicial de quebra de sigilo. A juíza diz que o Facebook, empresa dona dos direitos do WhatsApp, foi notificado três vezes a respeito da decisão para que evitasse a suspensão e cumprisse a solicitação.

Em abril deste ano, o WhatsApp divulgou que estava mudando todo o seu sistema de mensagens para a criptografia. A medida visava justamente aumentar a privacidade e impedir o acesso às informações do aparelho.

“Quando você manda uma mensagem, a única pessoa que pode lê-la é a pessoa ou grupo para quem você a enviou. Ninguém pode olhar dentro da mensagem. Nem cibercriminosos. Nem hackers. Nem regimes opressores. Nem mesmo nós”, disse na época a empresa em comunicado.




Comentários