Motorista que arrastou moto por 2 Km paga fiança e é solta em Natal

Após a colisão, professora continuou dirigindo e arrastou a moto por quase dois quilômetros (Foto: PM/Divulgação)

A professora de 35 anos que arrastou uma moto por 2 Km após uma batida na noite desta quarta-feira (7), em Natal, foi solta pela Justiça. Na tarde desta quinta-feira (8), a mulher passou por uma audiência de custódia, onde foi estabelecida uma fiança de R$ 3.080. Durante a audiência, a mulher assumiu que ingeriu bebida alcoólica antes do acidente.

Em depoimento, a professora declarou que bebeu duas cervejas antes de causar o acidente com o motociclista. Além disso, ela também disse fazer uso de diversos medicamentos.

O Ministério Público pediu que fosse concedida a liberdade a professora. No entanto, pediu que além da homologação da prisão em flagrante fossem aplicadas medidas cautelares. O parecer do MP foi aceito pela defesa.

Na decisão, o juiz Henrique Baltazar, responsável pelo caso, decidiu pela homologação da prisão em flagrante e estabeleceu medidas cautelares. Além do pagamento da fiança, a professora fica obrigada a comparecer periodicamente em juízo, no prazo e nas condições fixadas pelo juiz, para informar e justificar atividades e terá que informar qualquer mudança de endereço.

Entenda o caso
 
Após colidir com uma motocicleta na noite desta quarta-feira (7), a mulher de 35 anos continuou dirigindo e a arrastou o veículo por quase dois quilômetros. O condutor da moto, que saltou do veículo no momento da batida, sofreu apenas arranhões. A mulher foi autuada por embriaguez ao volante, resistência à prisão e desacato.

O vídeo acima foi gravado pelo celular de um homem que acompanhou a motorista enquanto ela arrastava a moto pela Av. Hermes da Fonseca, uma das mais movimentadas da cidade. A filmagem mostra parte do trajeto que a mulher percorreu até parar o carro em um posto de combustíveis. No caminho, ela ainda cruza um sinal vermelho e roda um bom tempo sobre uma faixa exclusiva para ônibus. A gravação, que tem mais de 2 minutos, já começa com o carro em movimento.



Comentários