MPF denuncia ex-executivo da Queiroz Galvão por propina de R$ 10 milhões ao PSDB

http://bravence.com/wp-content/uploads/2016/08/rede-bravence-midia-brasil-brazil-rio-temer-dilma-lula-moro-aecio-renan-psdb-pp-pmdb-pt-pdt-stf-mpf-cni-fiesp-pf-policia-federal-lava-jato-tv-golpe-olimpiadas-presidente-sergio-guerra-propina.jpgO MPF denunciou ontem o ex-executivo do grupo Queiroz Galvão Ildefonso Colares Filho, e Erton Medeiros, empresário ligado à Galvão Engenharia, por suposto crime de corrupção ativa pelo oferecimento de R$ 10 milhões em propina, no segundo semestre de 2009, ao então senador Sérgio Guerra (presidente do PSDB, falecido em 2014) e ao deputado federal Eduardo da Fonte (PP-PE) para que a CPI da Petrobras, instalada no mesmo ano, não tivesse resultado efetivo.

Comentários