Comerciante Seridoense é morto e esquartejado em cidade do este do RN

 0a

A polícia conseguiu localizar o corpo do comerciante Augusto Fernandes de Freitas, de 70 anos, que estava desaparecido desde a sexta-feira (09) passada, em Apodi. O cadáver da vítima foi localizado esquartejado e queimada por trás do cemitério púbico da cidade.

Segundo a polícia, as principais suspeitas são duas mulheres que cuidavam da casa do comerciante. Câmeras de segurança flagraram elas saindo da casa, na noite de sexta, carrengando uma caixa grande de papelão.

 O delegado Renato Oliveira, que está investigando o caso, acredita que a vítima foi morta dentro de casa, onde foi encontrado um rastro de sangue, e levado até as ruínas de uma casa, por trás do cemitério, onde foi cortado em três pedaços e queimado. A forma cruel como aconteceu o crime chamou a atenção da população. Vizinhos disseram que o comerciante era uma pessoa boa e se dava bem com todos. Ele estava morando na rua Deputado Cosme Lemos, próximo à Caixa d’água há pouco tempo, onde mantinha um pequeno bar. O corpo da vítima foi removido pelo ITEP e levado até Mossoró, onde será examinado e liberado para sepultamento. Augusto Fernandes era natural de Jucurutu, mas estava em Apodi há três anos. Sobre as duas mulheres suspeitas, a polícia já tem informações de que elas estão na cidade de Catolé do Rocha, na Paraíba, trabalhando em um prostíbulo. Elas são mãe e filha. O caso passará a ser investigado pela Polícia Civil de Apodi, em conjunto com a Polícia Civil paraibana.

 Fonte: Blog Passando na Hora

Comentários