Maioria dos vereadores faltam última sessão do ano e LOA deixa de ser votada por falta de quórum

Na mesa os vereadores Adriano, Celso e Turica no momento em que o presidente Paulo Dantas falava na tribuna.

A última sessão ordinária da Câmara Municipal de Ouro Branco-RN, que deveria votar a LOA ( Lei de Orçamento Anual) na última segunda-feira (12), foi encerrada pelo presidente da Casa, vereador Paulo Dantas (PT), alguns minutos depois de iniciada. De acordo com o presidente, fora ele, apenas os vereadores Adriano Silva (PT), Celso Garofa (PMDB) e Turica (PR) compareceram à sessão.

O presidente da casa legislativa nos informou que irá realizar duas sessões extraordinárias para votar a importante lei de orçamento anual. Elaborada anualmente, a LOA busca concretizar algumas das previsões constantes no Plano Plurianual. Para atingir esse objetivo, a LOA programa suas ações com base nas prioridades propostas pela LDO. Em seu texto, a LOA define todas as receitas e fixa todas as despesas referentes ao seu respectivo exercício fiscal. Como o PPA e a LDO, também está submetida à Lei de Responsabilidade Fiscal que recomenda critério por parte do administrador e da vereança, por ocasião da escolha das prioridades do município.

Faltaram a última sessão da Câmara Municipal de Ouro Branco-RN os vereadores Júnior (PSDB), Rogério (PSDB) e Eurinete (PSD) da oposição e Genildo (PDT) e Fábio (Solidariedade) da situação.

O vereador Genildo Medeiros entrou em contato com o blog e disse que não compareceu a sessão por que estava resolvendo problemas pessoais na cidade de Campina Grande-PB.

Segundo um dos parlamentares, um dos vereadores faltosos esteve nas proximidades da Câmara Municipal no momento em que era realizado a sessão e não se preocupou de está sendo filmado pelo sistema de monitoramento da Câmara a pouco mais de 60 metros da tribuna

O presidente da Câmara Municipal de Ouro Branco-RN deve oficializar todos os vereados para as duas sessões extraordinárias que deverão votar a Lei de Orçamento Anual .


Comentários