Segundo ambientalista, falta d’água e a planta NIM estão matando abelhas no RN

 

O ambientalista caicoense, Francisco Elpídio, que esteve recentemente participando de evento relacionado a sua atividade em Mossoró, disse que em contato com estudiosos da apicultura, constatou que no Nordeste do Brasil, atualmente, só existe 20% da quantidade de abelhas existentes há 5 anos.

De  acordo com Elpídio, só na região Seridó, 7 espécies foram extintas. “Elas (as abelhas) estão morrendo de cede e outra coisa é a planta NIM (Azadirachta Indica A. Juss), planta de origem indiana. Essa plantão mata muita abelha”, disse.

Comentários