Mineradores da Serra do Poção ficam desempregados após aumento abusivo de pedágio



Dezenas de pais de famílias de Ouro Branco-RN e Várzea-PB ficaram desempregados na manhã de hoje (22) após saberem da notícia que o pedágio, por onde são transportados as pedras extraídas da Serra do Poção, tinha aumentado abusivamente.

Segundo um dos mineradores, alguns serradores de pedra avisaram que não irão mais comprar as pedras extraídas naquela localidade devido o aumento do pedágio. Sem o apoio dos donos de serralherias, os mineradores ficam sem ter a quem vender o minério extraído.

Antes do reajuste um dono de serralheria pagava R$ 220,00 por cada caminhão Chevrolet  carregado com lage ( Pedra bruta extraída). Depois do reajuste o valor do pedágio passou a ser de R$ 340,00 por cada caminhão Chevrolet carregado de lage. Um aumento de aproximadamente 55%, segundo os mineradores.

O problema é tão grave que atinge em cheio a economia das cidades de Ouro Branco e Várzea. A extração da pedra Itacolomi do norte é a principal fonte de renda dos dois municípios. É com a extração dessa pedra que uma parcela da população tira o seu sustento.

Os prejudicados diretamente, os mineradores, esperam que o problema seja solucionado o mais rápido possível e que os proprietários das terras por onde são transportados o minério se sensibilizem e revejam o aumento considerado abusivo para que possam voltar a trabalhar sem problemas.
 

Abaixo veja a nova tabela com os reajustes do pedágio na porteira da Serra do Poção.

 

Comentários