Pesquisa: Bolsonaro ultrapassa Aécio

 http://www.blogdacidadania.com.br/wp-content/uploads/2014/12/bolsonaro-A%C3%A9cio.jpg

O dado novo somado de todas as pesquisas – Ibope, Data Folha, Vox, entre outras - feitas desde que Michel Temer assumiu o governo e dividiu o poder com o PSDB é a queda continuada de Aécio Neves e Marina Silva.

Apenas Jair Bolsonaro e Lula têm crescido nos últimos levantamentos na disputa presidencial para 2018.
Em quatro meses Bolsonaro pulou de 3,5% para 6,5%. Com Marina, Ciro e Aécio candidatos ele sobe para 11,3%. Os números são bem distantes de Lula, que passa dos 30%.

Porém, enquanto o ex-presidente tem mais eleitores entre os mais pobres e com menor escolaridade (49,5%), Jair Bolsonaro começa a se fortalecer entre os eleitores com mais dinheiro – renda acima de 5 salários mínimos (20,4%); mais educação (20,4%); e mais jovens (20,7%).

Ou seja, Bolsonaro, desde que consiga se viabilizar, pode ser a alternativa para setores mais conservadores da sociedade, o anti-Lula.

Só que a pesquisa CNT/MDA feita pelo Ibope e divulgada nesta quarta-feira (16) é desastrosa para Aécio Neves e o PSDB. No levantamento espontâneo ele foi ultrapassado por Jair Bolsonaro (7% a 2%). Na estimulada ficou tecnicamente empatado.

O desastre está na constatação de perda continuada de eleitores desde que o partido aderiu ao governo Temer. Bolsonaro, para uma parte do eleitorado que votou nos tucanos, parece representa-los melhor.
Por outro lado, se Lula, apesar dos ataques sofridos, vem recuperando a intenção de voto sofre o risco de virar réu e se tornar inelegível.

A única chance para o PSDB em 2018 é a recuperação da avaliação do governo Temer, o que é improvável pelo curto tempo até 2018, além do envolvimento dele e de ministros nas investigações da Lava Jato.

Dessa forma, o cenário aponta que está aberto para surpresas e indefinições, pelo menos por enquanto, para todos os lados e tendências.

Abaixo mais dados sobre a pesquisa:

Aqui,
e aqui

Comentários

José Oliveira disse…
Pra Presidente do Senado, nem o filho votou nele.kkkkkkk