Lula encerra ato de trabalhadores com críticas a reformas de Temer

  http://i0.statig.com.br/bancodeimagens/4p/m4/z6/4pm4z66erlooj3ue6fcmxvx0t.jpg

Em uma manifestação contra a reforma da Previdência nesta quarta-feira (15), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) dirigiu ataques ao presidente Michel Temer (PMDB) e disse que uma reforma do sistema previdenciário não tira o país da crise e que o problema do Brasil "não é de dinheiro".

Em um discurso que durou pouco mais de oito minutos na Avenida Paulista, em São Paulo, Lula disse que a reforma proposta por Temer vai fazer com que os trabalhadores não se aposentem. Lula afirmou ainda que o governo Temer é fraco, mas que conseguiu montar no Congresso Nacional uma força política que quase nenhum presidente conseguiu.

"E toda essa força está predestinada a tentar colocar goela abaixo da sociedade brasileira uma reforma da aposentaria que vai praticamente fazer com que milhões e milhões de brasileiros não consigam se aposentar, vai fazer com que os trabalhadores mais pobres, sobretudo os rurais no Nordeste, passem a receber metade de um salário mínimo sem ter noção do que esses trabalhadores representam para a economia das pequenas cidades desse País", disse.
Leia mais...
Um dia após prestar o primeiro depoimento como réu da Lava Jato, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva usou o palanque de uma manifestação organizada por centrais sindicais nesta quarta-feira (15) para criticar o governo Temer... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2017/03/15/lula-discursa-em-manifestacao-contra-reforma-da-previdencia-na-av-paulista.htm?cmpid=copiaecola

Comentários