PC de Soledade prende acusados de latrocínio de comerciante santaluziense




A Polícia Civil da Paraíba, efetuou nesta sexta-feira (24), a prisão em flagrante delito de Alan Ricelly Queiroz Albuquerque, 27 anos, que confessou a prática de latrocínio (roubo seguido de morte) contra o comerciante do ramo de cigarros, João Batista Silva Melo, natural da cidade de Santa Luzia, brutalmente assassinado na madrugada de quinta-feira (23) e jogado no porta malas do seu veículo, um Cross Fox, tendo sido incendiado em seguida no sítio Barra da Canoa, zona rural de Pedra Lavrada.

Após ser ouvido na delegacia de Soledade, Alan foi encaminhado à Central de Polícia de Campina Grande, onde apresentado à imprensa e ficará no aguardo da audiência de custódia.

Após intenso trabalho investigativo, encerrado apenas nas últimas horas desta sexta-feira, foram identificados ainda Silvestre Evangelista Sobrinho, 18 anos e os adolescentes M. S. R. B., 17 anos; e M. R. G. O., 16 anos.

Também foi presa em flagrante Sandra Vasconcelos Santos da Silva, por favorecimento da prostituição, favorecimento real, e corrupção de menores, além de terem sido confeccionados dois BOC's em desfavor das adolescentes R. L. O. S.; e J. P. O., ambas de 15 anos.

Com os envolvidos, foi apreendida ainda mais de R$ 27 mil em maços de cigarros, produto que motivou o latrocínio.

O trabalho que levou a identificação e prisão e apreensão dos suspeitos, faz parte de ação desenvolvida pelo corpo investigativo da delegacia de Soledade, sob o comando do delegado, Lamartine Lacerda.

Heleno Lima

Comentários