Rinaldo Reis era o alvo do atentado que atingiu dois membros do MPRN

rinaldo_reis (1)

O procurador-geral de Justiça, Rinaldo Reis, era o alvo original na ação do servidor identificado como Guilherme, no fim da manhã desta sexta-feira.

Conforme apurou a reportagem, o servidor procurou por Rinaldo, mas lhe foi comunicado que o chefe do MPRN não se encontrava.

Nesse momento, ele disparou contra Jovino Pereira, procurador-geral adjunto e o promotor Wendell Bethevon. Ambos auxiliam o PGJ na administração do MPRN.

A motivação do atentado seria um procedimento administrativo disciplinar a que o servidor responde.

Portal No Ar

Comentários