Base de Temer aprova urgência para o fim da CLT

 http://www.brasil247.com/images/cms-image-000541941.jpg

Em uma manobra do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o plenário da Casa aprovou nesta noite, por 287 votos a 144, o regime de urgência para o projeto de lei da reforma trabalhista proposto pelo governo Temer, que na prática representa o fim da CLT, com retirada de direitos históricos para os trabalhadores; na noite desta terça, os deputados já haviam rejeitado o regime de urgência por insuficiência de votos, numa derrota para Temer; em protesto contra a manobra antirregimental, deputados da oposição gritaram "golpe" atrás de Maia e o acusaram de usar o "método Cunha" de votação.

Comentários