Estado de emergência é decretado em Pernambuco por causa das chuvas

  Prefeito de Ribeirão decretou estado de emergência (Foto: Reprodução/Whatsapp)

O prefeito do Ribeirão, na Zona da Mata Sul de Pernambuco, Marcello Maranhão, decretou neste domingo (28) estado de emergência no município, devido às fortes chuvas que atingem a cidade desde o sábado (27). O decreto leva em consideração a intensa precipitação de 259,66 mm, nas últimas 24h, segundo a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac). 

De acordo com a prefeitura, o balanço da Defesa Civil do município registrou, até às 16h, 40 famílias desabrigadas, 910 famílias desalojadas, 313 casas atingidas por deslizamentos de barreiras, 40 casas parcialmente destruídas e 590 casas atingidas por alagamentos. Os bairros de Vila Rica, Ferroviária e os distritos de Aripibú e Caxangá foram os que apresentaram maiores estragos. 

O gestor municipal já informou a situação ao Governo de Pernambuco. De acordo com a prefeitura, serão enviadas equipes da Defesa Civil do estado para ajudar no município. Os desabrigados estão sendo distribuídos em seis abrigos na cidade. 

A prefeitura afirma que, em decorrência da forte precipitação, foram constatados danos em diversos prédios públicos, vias públicas, pontes, cabeceiras de pontes, estradas, galerias de águas pluviais, sistema de drenagem e interceptores de esgoto. 

G1

Comentários