Garibaldi Filho e Cláudio Santos podem compor “dobradinha” para o Senado


 
Do Portal Agora RN A cerca de um ano das convenções partidárias que irão definir os candidatos no pleito eleitoral de 2018, uma das possíveis chapas começa a ser delineada nos bastidores do cenário político potiguar. Segundo informações obtidas pela reportagem do Portal Agora RN/Agora Jornal, a articulação envolve o prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT), o senador Garibaldi Alves Filho (PMDB) e o desembargador Cláudio Santos, ex-presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte.

Um dos principais pontos da discussão gira em torno do nome para o Governo do Estado que será apoiado pelo grupo. Após estarem em lados opostos na eleição de 2014, é improvável uma aliança entre Garibaldi, Carlos e o governador Robinson Faria (PSD), que ainda não definiu se concorre à reeleição.

As principais projeções apontam o prefeito de Natal, Carlos Eduardo, como favorito na disputa. Reeleito para o comando da capital ainda no primeiro turno nas eleições de 2016, Carlos concorreu ao Governo em 2010, conquistando o terceiro lugar na oportunidade (pouco mais de 160 mil votos). À época, o candidato a vice foi Álvaro Dias (PMDB), hoje vice-prefeito da cidade e futuro prefeito caso o pedetista abdique do cargo para concorrer a governador e vença a disputa.

Em segundo plano, existe a articulação para o Senado Federal. No ano que vem, as vagas hoje ocupadas por Garibaldi e José Agripino Maia (DEM) estarão em disputa. A expectativa, segundo articuladores, é que o peemedebista componha uma “dobradinha” com o desembargador Cláudio Santos.

Os dois, inclusive, tem se reunido para tratar de política e projeções para 2018. Em contato com a reportagem do Portal Agora RN/Agora Jornal, o senador Garibaldi admitiu encontro recente com o ex-presidente do TJ, mas negou que haja qualquer definição a respeito das próximas eleições.

“Eu estive reunido com o desembargador para tratar de diversos assuntos, sobretudo a crise na segurança pública do estado. Conversamos sobre política também”, afirmou o senador. Ainda segundo Garibaldi, nas conversas Santos tem manifestado interesse em disputar as eleições. “Essa não é uma conversa exclusiva com o PMDB, no entanto. Ele está conversando com outras legendas”, complementa.

Em relação aos planos do prefeito Carlos Eduardo, Garibaldi ressaltou que não cabe a ele “falar pelo prefeito”. “Essa conjuntura não pode ser definida no momento”, concluiu.

Comentários