Ourobranquense termina em sétimo na maior ultramaratona continua do Brasil

Chegada do ouro-branquense na maior ultramaratona do Brasil, após 62 horas.


Plínio Queiroz, ouro-branquense residente no estado de São Paulo, foi um dos 25 atletas a participar da  maior ultramaratona continua do Brasil. O Desafio como foi chamado a competição de resistência física e psicológica,  teve inicio em Tiradentes no estado de Minas Gerais seguindo 300 km pela estrada real até chegar a cidade de Passa Quatro, também no estado de Minas Gerais.

25 atletas iniciaram a prova que foi finalizada por apenas 16 atletas, entre eles Plínio Queiroz.


Durante o percurso os competidores enfrentaram muita chuva, sol, travessias de rios e riachos, madrugadas frias, montanhas e belas paisagens.

" vi em cada atleta o esforço, as dores mas a certeza que estavam fazendo de tudo para superar esse desafio, as equipes de apoio verdadeiros anjos que não viam nos outros atletas adversários  e sim um amigo que estava ali para ajudar se preciso fosse" disse Plínio.

O ouro-branquense Plínio foi um dos 16 atletas que conseguiram terminar o desafio. O atleta percorreu os 300 km em 62 horas de prova.

"Parabéns a todos os atletas que estiveram na prova, e aqueles que infelizmente não completaram, sei o quanto deve ter sido duro tomar a iniciativa de parar e respeitar o limite. Agradecer desde já o amigo João José Morelli Neto parceiro que dividiu o apoio e a que equipe, pois não é fácil cuidar de dois Ultramaratonistas durante 300km, Major Oscar  e a  Marcia esposa do João" finalizou Plínio Queiroz.

Comentários