STJ determina prisão do deputado Disson

disson governo

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou a prisão do deputado estadual Dison Lisboa por causa de denúncia oferecida pelo Ministério Público.

Ele é acusando de ter cometido improbidade enquanto foi prefeito de Goianinha.
A defesa de Dison recorreu por liminar ao Supremo Tribunal Federal (STF).

A Ministra Rosa Weber negou o habeas corpus e encaminhou sua decisão à Procuradoria-Geral da República (PGR).

“Além disso, há a hipótese sobre o exercício do mandato. Ele só poderia cumprir essa pena após encerrar seu mandato”, declarou o advogado Erick Pereira ao Portal Noar.

O STJ já determinou ao Tribunal de Justiça do RN a adoção das medidas necessárias desde fevereiro último.

Comentários