MPF diz que OAS pagou R$ 500 mil de propina a Henrique Alves através de conta de campanha de Temer

  https://1.bp.blogspot.com/-GcIMyzsxUaA/WTaBryzD0uI/AAAAAAABAAo/JMBRD3MHeIwUBYT6eSoRAhA-nj_V_0E1gCLcB/s640/alves-doc-01-ie.jpg

O Ministério Público Federal (MPF) diz que a empreiteira OAS pagou R$ 500 mil de propina a Henrique Alves, em 2014, através da conta do então candidato a vice-presidente Michel Temer. Segundo o MPF, pelo menos R$ 500 mil foram depositados diretamente na conta de campanha de Temer e posteriormente transferidos para a conta do diretório estadual do PMDB do Rio Grande do Norte, para a campanha de Alves ao governo do Estado. 

O ex-ministro foi preso nesta terça (6) na Operação Manus, que investiga corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro na construção da Arena das Dunas. 

O G1 procurou o advogado de Henrique Alves, mas ele disse que não iria se manifestar porque estava em um voo. A assessoria do Planalto informou que o assunto deveria ser tratado com o PMDB nacional. A assessoria do PMDB não atendeu às ligações. A OAS não vai comentar.
De acordo com o pedido de prisão feito pelo MPF, os R$ 500 mil apontados como "valores ilícitos" foram transferidos no dia 11 de setembro de 2014 da OAS para Michel Temer e, no mesmo dia, foram transferidos para o diretório do PMDB do RN. 

"A propósito, saliente-se que um dos repasses de valores ilícitos da OAS para a campanha de Henrique Eduardo Lyra Alves a Governador do Rio Grande do Norte em 2014, objeto de apuração no caso, foi de início pago justamente ao candidato a Vice-Presidente Michel Temer, que transferiu os valores ao Diretório Estadual do PMDB no Rio Grande do Norte, que os direcionou a Henrique Eduardo Lyra Alves", diz MPF. 

MPF diz que valores ilícitos foram repassados à Henrique Alves pela OAS através de Temer (Foto: Reprodução)G1


Comentários