STJD vê falsificação em caso V. Ramos e Inter pode ser expulso da Série B

 http://imgsapp.mg.superesportes.com.br/app/noticia_126420360808/2017/05/31/405242/20170531121041702819e.jpg

A tentativa do Internacional de permanecer na Série A através de uma possível irregularidade de Victor Ramos no Vitória pode custar caro ao clube gaúcho. Nesta quarta-feira, a Comissão que investigou o clube entendeu que dirigentes e advogados utilizaram emails adulterados para tentar provar o suposto erro na inscrição do zagueiro, e isso pode levar o Inter a ser excluído do Campeonato Brasileiro da Série B.

No relatório de conclusão do inquérito do caso, o STJD também sugere a suspensão dos dirigentes Colorados. Entre as punições possíveis estão o artigo 61 do Código Disciplinar da Fifa, e o artigo 234 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).

O caso de expulsão está previsto na federação internacional como a mais grave possível para a infração de falsificação de documentos. Outra punição cabível ao Internacional seria a possibilidade de o clube não poder contratar mais jogadores. O cenário menos temerário seria se a Procuradoria denunciar conforme o relatório indica, e aí o clube teria que pagar somente uma multa.

A punição do CBJD prevê suspensão de seis meses até dois anos aos dirigentes apontados como culpados no relatório, que nesse caso são o ex-presidente Vitório Píffero e o vice-jurídico Gustavo Juchen. O relatório tem sido tratado nos bastidores do Tribunal como uma “bomba”.

Comentários