Sesc lança livro sobre lado musicista de Câmara Cascudo

cascudo

Que Luís da Câmara Cascudo é reconhecido pela contribuição que deu à pesquisa e à preservação da cultura norte-rio-grandense, disso todos sabem. Mas a sua relação com a música é uma nuance pouco conhecida do antropólogo e historiador potiguar. E é este o teor do livro Ora (direis) ouvir Cascudo! – Câmara Cascudo e a música, do escritor Claudio Galvão. Publicado pelo Serviço Social do Comércio do Rio Grande do Norte (Sesc RN), instituição do Sistema Fecomércio, o livro será lançado no Dia do Folclore 22/08), às 19h, no Ludovicus – Instituto Câmara Cascudo.

O evento de lançamento contará com sessão de autógrafos e distribuição do livro aos convidados. Com 569 páginas, a obra é fruto de extensa pesquisa realizada por Claudio Galvão para sua tese de doutorado em História na Universidade de São Paulo (USP), trabalho intitulado Alguns compassos: Câmara Cascudo e a música (1920-1960).

O escritor também se inspirou na convivência desde a infância com o próprio Cascudo, através da qual pôde observar, de modo privilegiado, um Cascudo musicista que poucos conhecem, como quando tocava em seu piano francês Pleyel.

Ora (direis) ouvir Cascudo! é composto por artigos na imprensa (jornais e revistas), livros, plaquetes e prefácios, bem como passa por relacionamentos mantidos por Cascudo com instituições musicais e pessoas de destaque da área, como Villa Lobos, Waldemar de Almeida, Renato Almeida e Mário de Andrade.

Esta é a 13ª publicação do Sesc RN, além das mais de seis obras apoiadas, todas elas de escritores potiguares. Os livros publicados pelo Sesc não podem ser comercializados, e ficam disponíveis para consulta e empréstimo gratuitos em suas bibliotecas. Desse modo, a instituição cumpre suas missões de incentivar talentos locais, fomentar a cultura do estado, democratizar o acesso a manifestações e produtos culturais e formar público.

Sobre o autor (Continuar lendo…)

Comentários